sábado, 6 de setembro de 2008

JOAO GILBERTO, MEU IDOLO.

VALCI BARRETO,

O texto abaixo, que vai para minha coleção das coisas de Joãozinho, foi publicado no Jornal à Tarde. Parabens a KATHERINE FUNKE. Poucas pessoas escreveram tão bem a respeito de um Show de João. Ficarei atento ao nome desta moça. Certamentenão não é somente jornalista.É muito mais. Sabe ser um pouco João Gilberto. "Captou" o que é um show do criador da bossa nova. O texto me pôs, literalmente, dentro do Teatro Castro Alves. E de uma forma especial: sem pagar ingresso. Parabéns ao Jornal e à Jornalista.

Os motivos porque não fui ver o João estão em texto que publiquei neste bikebook.com.br

Celular é crime em qualaquer ambiente de boa música. Tosse pode, porque nem sempre se pode conter. Maduro, joão entende a tosse; E parece, entendeu até o celular. Fazer o que com esta gente, heim João?

Eu, claro queria ter ido. Não podendo, vou ouvi-lo, agora:

"Que menina é aquele que entrou na roda agora..
..
eu quero falar com ela e ninguem sabe onde ela mora...

"Ah incencatez...que voce fez, coração mais sem cuidado....
valci barreto.

..

Aos pes da santa cruz
voce se ajoelhou
e
em nome de Jesus, um grande amor voce jurou..
...
Etã joãozinho bom danado!

06/09/2008 às 15:18 | ATUALIZADA às 16:03
João Gilberto é paciente diante de público exaltado no TCA


Katherine Funke

Em uma noite de lua crescente e céu limpo (5/9), João Gilberto, 77, fez seu último show da turnê do projeto Itaúbrasil, no Teatro Castro Alves.

Se foi o melhor ou o pior, do ponto de vista técnico, quem saberá? Mas foi o único na Bahia. E "a Bahia tem um jeito que nenhuma terra tem", como ele mesmo cantou, na primeira música, "Você já foi à Bahia?", em homenagem ao autor, Dorival Caymmi.

João reverenciou Caymmi do início ao fim. Especialmente em levar tudo numa boa, contando histórias, dialogando com o público, com a maior paciência. O espírito do compositor com quem João Gilberto passou longas madrugadas trocando palavras, batidinhas em código morse e silêncios por telefone pairou no palco por meio da voz sussurrada, às vezes desafinada e falha, do amigo de Juazeiro.

Mas onde estava o silêncio necessário para ouvir Caymmi em João Gilberto? Se todos tivessem pelo menos escutado o conselho do narrador da propaganda da operadora de celular que abriu o espetáculo, às 22h05: "Use o celular a seu favor. Desacelere".

E depois da propaganda da Odebrechet e um pedacinho de uma canção de Madonna (a outra estrela vip do momento, com ingressos caros e fãs sofredores em filas), a organização do teatro avisa para desligarmos os celulares, frisando que esse "inconveniente" deveria ser evitado especialmente naquele espetáculo. Todos riram. Mas o recado não significou nada para algumas pessoas. Celulares incomodaram o artista e o resto da platéia até o fim.

Às 22h08, eis que surge João Gilberto. Vem devagarinho da lateral, violão em punho. Cumprimenta o público com três reverências de cabeça, ainda em pé. Então senta, bota a mão direita sobre a perna direita e, ainda sob aplausos, começa a se desculpar imediatamente pelo atraso. Mais aplausos, sob os quais ele começa a tocar uns acordes - mas interrompe tudo ainda no começo, para reclamar do microfone.

"Desculpem, mas eu pedi para não ser esse microfone, porque esse tem um negócio assim, desnecessário", reclama, enfatizando bem o "eu pedi", e mostrando que o seu violão poderia bater no aparelho de captação.

Se o público não conseguiu silenciar durante o espetáculo, pelo menos naqueles instantes iniciais, às 22h10, a tensão provocada pelo microfone errado suspendeu respirações, retesou músculos, esticou pescoços, enrugou testas. E agora? Ufa. Um técnico de som vai lá, mexe no microfone. Ah. Agora sim. João toca "Você já foi à Bahia?", de Caymmi.

Atrás dele, uma tela azul, e ao seu redor, uma luz violeta - letargia e lisergia juntas. "Eu vim aqui cantar, mas qual é o baiano que não sabe cantar? Não tem nada de mais...", diz João, em tom de modéstia, após os aplausos. E conta uma história de Caymmi: que, em um show, alguém o avisou do horário do ensaio, e ele respondeu "não, não, eu já vim ensaiado".

Então, repetiu a música, agora emulando o amigo falecido no mês passado. Com voz embargada, cantou e tocou o violão diferente da primeira vez, agora alternando baixos e acordes cheios e com a voz mais densa e grave.

"Pronto!", sussurrou, ao ressoar do último acorde. Talvez tenha sido a única finalização totalmente audível do show, com o público ainda tenso e quieto por causa do problema do microfone do violão.

Mas o próprio João Gilberto se encarregou de relaxar a platéia, soltando em seguida: "Olha, eu canto por esse mundo todo, mas a Bahia é diferente". Pausa. "Eu fico até nervoso". Risadas. O artista tem as mãos apoiadas nos joelhos, postura ereta, respiração imperceptível. A iluminação branca parece querer criar a impressão de que João Gilberto é Deus, ou Buda, ou um anjo caído do céu, enviado por Caymmi. Sob as luzes, ele faz algum silêncio após a confissão de nervosismo. A platéia ovaciona. "Uhú. Uhú!", berram os mais empolgados.

Profissional experiente, João não espera outra oportunidade para a segunda música: "Ela tem um 13 de ouro", de Marino Pinto e Herivelto Martins. Nas primeiras filas estão seus amigos e familares. Tem as irmãs Dadainha e Vivinha, a filhinha mais nova e outros parentes e amigos.

A terceira do repertório, "Chove lá fora" (Tito Madi), surge em andamento ainda mais lento e arrastado. João fala sobre a emoção de reencontrar amigos e familiares da Bahia. Fala de Edson Diniz e da esposa Maria Eugênia. "Ela é psiquiatra... Aliás, eu vou até endireitar minha cabeça...", diz ele, parando de falar e consertando a postura. É ovacionado.

Antes da quarta música, "Rosa Morena" (Dorival Caymmi), reafina o violão dizendo baixinho: "Aderbal Duarte... escândalo" - uma referência ao maestro de Salvador que estuda as características técnicas de sua obra há décadas. E então começou a balançar as perninhas, sambando a seu modo entre as alternâncias de acordes de "Rosa Morena".

COMO É?
E aqui começa uma odisséia ininterrupta de celulares e tosses. Às 22h29, um celular toca alto. Pouco depois, outro. O homem ao meu lado se ajeita na poltrona, irritado. João reclama sem falar deles diretamente: "Olha, não é coisa de ventinho não..." , e relembra a história do ventinho direto na cabeça que o incomodou no Carnegie Hall, em Nova York, no dia 22 de junho. "É. Aqui pelo menos não tem...".

E então fala do primo. O primo de Salvador, o que canta no banheiro: Yulo. "Sempre viajamos juntos, ele me ajuda demais. Eu vou cantar essa pra ele". Vem a malemolente "Morena Boca de Ouro" (Ary Barroso). E em seguida pede mais altura no volume do violão. "Não, porque o som aí é um e aqui é outro. Quer dizer, é o mesmo, mas..."

Celulares continuam a tocar. Justo em "Meditação" (Tom Jobim/ Newton Mendonça), a platéia tem acessos coletivos de tosse em série, como se fossem todos tuberculosos. Ao fim da música, ele se mostra incomodado, mas fala sorrindo: "Cantei um verso que não era, porque foi escutar uma tosse..." . Palmas. E o público aproveita a brecha para pedir: "Aumenta o som!" Dois ou três homens, sentados mais ao fundo, fazem o pedido.

João provoca: "Como é?". Ninguém diz nada. Ele pede: "Como é? Fale...". E surgem novos berros de "aumenta o som!".

O artista responde: "O som é lá no controle. O volume não é assim não. Senão não existiria a trompa - fó fó fó. A orquestra faz tchá tchá tchá [ele usa os dois braços para simular um maestro de gestos intensos] enquanto a trompa está lá [se encolhe um pouco, do lado esquerdo e simula o instrumento de sopro com as mãos], fazendo: fó fó fó...".

João faz uma pausa e olha para o chão, em pose de gênio incompreendido, como se dissesse: "entenderam?". Volta no mesmo instante ao violão, mas antes da próxima canção ainda repete para si mesmo, baixinho, incrédulo: "Aumenta o som...".

"Retrato em branco e preto" (Tom Jobim e Chico Buarque) é cantada em sussurros, repetida com acordes minimalistas e compassos cheios de silêncios, como que para provocar. Terminando, ele diz: "É. Acho que fiquei um pouquinho resfriado". Conta uma história (que eu - confesso - não entendi muito bem), e promete ao anti-fã do fundão: "Desculpe, amigo. Eu vou treinar cantar bem alto!".

AO FIM
O restante do show seguiu no mesmo clima: João simpático, reverente à Caymmi e à Bahia e paciente com o público acelerado, atento e ruidoso. Mas o filho de dona Patu reduz a contação de histórias. E manda ver o repertório.

Às 22h51, reclama discretamente de um "ventinho" e, pela temperatura ambiente, parece que o ar condicionado foi desligado. Celulares e tosses continuaram a produzir decibéis audíveis, assim como barulho de chaves, zíperes, diálogos e sorrisos. Mas havia quem policiasse o vizinho e soltasse uma cara feia aqui ou ali. Duas mulheres e um casal saem para tomar um ar. Dizem estar passando mal pelo calor.

Meia-noite, um relógio desperta: bi-bip, bi-bip, bi-bip, bi-bip, bi-bip, e ninguém desliga, mas João segue cantando. Fim do show oficial.

Mas pouco depois, 00h05, ele volta ao palco e, antes do bis, começa a dizer algo como: "Desculpa, mas hoje eu não tô muito bom..." , mas o público interrompe sua história pedindo músicas, berrando títulos e mais títulos. Os mais fãs desceram para perto do palco e agora há muito mais barulho de flashes, aparelhos eletrônicos e diálogos.

A primeira do bis é "Copacabana". O público pede mais, e ele promete: "Eu vou cantar tudo!". Toca "Lígia" (Tom Jobim / Chico Buarque). Fãs comentam: "Lindo!". E emenda "Isaura", pedida por um fã no início do show. Ao fim da música, João fica imóvel, a escutar a ressonância dos últimos acordes - som não totalmente puro, posto que interrompido por dezenas de flashes barulhentos e ruídos de celulares.

Então João reclama mais um pouco, sem perder o humor: "Despertador, celular, sinos... não vou falar mais nada... " E fala, mesmo assim, de um alto-falante no Campo Grande que o incomodou. Mas alguém grita "Coqueiro velho", outro pede "Acabou Chorare", dos Novos Baianos.

João atende ao primeiro pedido. Emenda a penúltima: "A noite é bela" (Dorival Caymmi/Alcir Pires Vermelho), repetindo um pedaço, emulando Caymmi de novo. A última é "Garota de Ipanema", que o público acompanha em côro. É o fim. São 00h26, João levanta, cumprimenta o público com a cabeça. E some pela direita do palco. Devagarinho. Sem olhar para trás.

Repórter e ilustrador assistiram ao show a convite da produção do evento.

Comentários (2) | Permalink
06/09/2008 às 14:48 | ATUALIZADA às 15:04
Show de João em Salvador: Dadainha viu tudo de olhos fechados


Katherine Funke
Fernando Vivas
Na foto, Dadainha (esq) e Vivinha, irmãs do músico

A irmã mais velha de João, Dadainha, viu tudo de olhos fechados. Poderia ser poesia pura, ou talvez alta atenção auditiva em homenagem ao irmão, já que foi "internado" na casa dela que ele inventou seu jeito de tocar e cantar, há poucos meses mais de 50 anos.

Mas, na verdade, foi porque ela fez recentemente uma cirurgia de catarata. "Estavam ardendo muito", ela vai repetindo, com a mãos rapidamente na direção dos olhos, logo no fim do show, para todos que a cumprimentam ao pé do palco.

São meia noite e meia, mas a octagenária Maria, que vive em Vitória do Espírito Santo, está alegre e desperta. E senhora de si mesma e de suas palavras. Sorrindo muito, diz que gostou muito do show, embora não tenha visto nada por causa da cirurgia, e devolve a pergunta para mim: e você, gostou?

Uau. Digo apenas: gostei. Ela fotografa minha alma por alguns instantes, olhos abertos bem pequeninos, menores do que as pérolas que ela traz em três voltas no pescoço e nos brincos. Está visivelmente orgulhosa do irmão, mas é de poucas palavras. Volta-se para o lado, então, para cumprimentar uma senhora idosa, com ternura. A essa altura, o grande público foi embora e ficaram apenas os mais íntimos.

Ao lado de Dadainha está Juliana, 27, neta que também mora em Vitória e que está visivelmente emocionada, portando um nariz vermelho e olhos marcados de choro. Pergunto porque ela ficou assim, e ela responde que nunca tinha visto João tocar em show. "Só em casa, nunca em um teatro", ela diz, com jeitinho simples.

Mesmo de luto pelo marido falecido em dezembro, a irmã Vivinha, por sua vez, estava tão feliz e orgulhosa do irmão que fez até brincadeira. Primeiro, se fez de fria e disse: "gostei mais do show do Rio. Não sei dizer por quê. Foi mais... ", terminando a frase com a feição do rosto - os lábios em muxoxo, olhando para cima, como se dissesse "grandioso". Eu pergunto, apressada: "empolgante?". Ela assente. Mas depois, ri e desfaz: "é brincadeira, viu. Eu gostei desse, sim". E sorri mais.

As duas irmãs se entreolham, felizes. Abrem-se as portas para o camarim. Já são vinte para uma da manhã. A noite de confraternização estava apenas começando para elas.

Obs.: Repórter assistiu ao show a convite da produção.

VÁ DE BIKE, E SEM PAGAR, NESTE FINAL DE SEMANA.

DOMINGO:

DA 07.09= FONTE NOVA, 09 HORAS, PEDAL DA ASBEB. MAIS DE MIL PEDALANTES PELAS RUAS DE SALVDOR.

domingo, até umas 09 da manha: mingau de dona rosana, na entrada do calabar, av.centenário, ao lado do posto de gasolina.

Feijoada 24 horas, na vasco da gama, desde 20 horas de sabado até 16 horas de domingo.

07+09=orquestas sinfonica da bahia, no parque da cidade, a partir das 11 horas.

varias exposiçoes, teatro a preços populares podem ser vistos no site da FUNDAÇÃO CULUTURAL DO ESTADO DA BAHIA. (DE GRAÇA E A PREÇOS POPULARES)

DOMINGO, O TREM É DE GRAÇA. UM EXCLENTE PASSEIO, E PODE LEVAR A BIKE NO TREM, SEM PAGAR, BASTA TIRAR A RODA DA FRENTE, O QUE É MUITO FACIL.

domigo: todos os domingos, canto da praça, no jaradim de nazaré, a partir das 09 30 , va de graça, de bike, ouvir boa musica.

SABADO:
remix, com vendas de livros uados, música, no icba, corredor da vitoria, A PARTIR DAS 15 HORAS.

mam, na contorno.(museu de arte moderna.

exposiçãod e veiculos, a partir das 13 horas, no parque da cidade. VEICULOS ANTIGOS.

EVENTO GRATUITO E PODE IR DE BERMUDA E DE BIKE!

LANÇAMENTO DE LIVRO, DRA. ANDREA PRESAS

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

ERRO GRAVE ! VAMOS PEDIR A RETIFICAÇÃO.

foi divulgado no jornal à tarde que o passeio da asbeb acompanhará o sete de setembro, a partir das 13 horas.

Há um erro na informação.

CONFIRMAR O SEGUINTE:

O PASSEIO CICLISTICO DA ASBEB sairá às 09 da manha, da fonte nova, no dia sete de setembro, conforme publicado no muraldebugarin.com

Deve ser alguma confusão entre os nomes ASBB e ASBEB.

Vamos todos ligar para os jornais para retificar a nota.

Não vi o jornal. Fui contactado agora por BUGARIN/MAURICIO.

ENTÃO, VAMOS DIVULGAR POR TODOS OS CANTTOS, POIS PARA O PASSEIO DA ASBEB VEM GENTE ATÉ DAS CIDADES VIZINHAS.

POR FAVOR, LIGUEM , TODOS , PARA OS JORNAIS E TV.

ESTOU LIGANDO TAMBÉM. QUANDO MAIS GENTE LIGAR MELHOR.

valcibarretoadv@yahoo.com.br

CONDENADO Á MORTE VAI VIRAR COMIDA PARA PEIXE!

publicado no yahoo, hoje. Coisa de artista, de arte moderna.
VEJA TAMBÉM ABAIXO, TRILHA DE SAPIRANGA

TRILHA DE SAPIRANGA, VEJA ABAIXO

Artista fará comida de peixe com corpo de condenado à morte nos EUA
2 horas, 26 minutos atrás

Anxo Lamela.

PUBLICIDADE

Copenhague, 5 set (EFE).- O artista chileno estabelecido na Dinamarca Marco Evaristti combinou com um condenado à morte dos Estados Unidos que este lhe cederá o corpo após ser executado, para que, então, possa transformá-lo em comida para peixes em uma exposição na qual fará uma "reflexão" sobre a pena capital.


Sua idéia é que os próprios presentes na mostra alimentem os peixes, contou o artista à Agência Efe.


Evaristti conheceu no ano passado o condenado Gene Hathorn, de 47 anos e preso desde 1983 pelo assassinato do pai, da madrasta e do meio-irmão.


A aproximação aconteceu quando o artista trabalhava sua idéia de reflexão sobre a pena capital e tentava descobrir quem era o detento há mais tempo no corredor da morte nos EUA.


"Começamos a escrever cartas um para o outro, e depois fui visitá-lo na prisão no Texas. Na segunda vez que estive ali, ele me contou que alguns presos doavam seu corpo para fins científicos. Perguntei a ele se consideraria doar o dele para uma obra de arte e ele aceitou", afirmou.


Lendo os papéis do processo, Evaristti viu que Hathorn era considerado um "detrito humano", razão pela qual decidiu transformar o "lixo" em algo positivo.


A idéia da comida para peixes veio de uma polêmica instalação que ele montou há vários anos em diferentes museus. Nela, peixes ficavam dentro de liquidificadores e os visitantes podiam matá-los apertando o botão que ligava o aparelho.


Como na época alguns o chamaram de assassino de peixes, o chileno decidiu dar uma "guinada de 180°" e se transformar em alimentador de peixes.


Evaristti respondeu às acusações de falta de ética em relação ao seu novo projeto dizendo que estas são incompreensíveis e proferidas por hipócritas.


"Como é possível que alguém reaja assim por um corpo que apodreceria de qualquer jeito e não diga nada de pessoas que são mortas? Como podemos aceitar que exista pena de morte atualmente? Não pode existir esse tipo de punição", defende-se.


Ainda segundo o artista de origem chilena, vão ser injetados em Hathorn três venenos desenvolvidos por um cientista nazista.


O que Evaristti reivindica é apenas o direito de fazer uma crítica construtiva. Além disso, espera que a obra provoque uma reflexão sobre a pena de morte e ajude a aboli-la, embora não saiba quando a mostra será inaugurada.


Já Hathorn, espera pelo resultado de sua apelação, processo que pode durar de um a cinco anos e que foi financiado por um grupo de pessoas, entre elas o artista, que, no entanto, consideram mínimas as chances de o condenado escapar da execução.


"Ele já foi torturado durante 25 anos. Quantos anos mais ele terá de esperar?", pergunta e, ao mesmo tempo, lamenta Evaristti.


A experiência de conhecer o réu proporcionou ao chileno mais "força" para trabalhar sobre o tema da pena de morte, apesar do sofrimento de ver nessa situação alguém a quem se refere como uma "biblioteca ambulante", a pessoa "mais inteligente" que já conheceu.


Evaristti afirma que todos os aspectos legais do acordo foram analisados e que não haverá nenhum problema em ficar com o corpo, que será congelado e triturado em uma fábrica, de onde será levado para o local da exposição, cujo nome não quer divulgar, mas que, segundo disse, será na Alemanha.


A mostra faz parte de um projeto mais amplo sobre a pena capital, que inclui ainda uma coleção de roupas desenhada pelo artista para que sejam vestidas por presos no dia da execução de Hathorn, a qual foi apresentada no mês passado na Semana da Moda de Copenhague.

De pai italiano e mãe russa, Evaristti nasceu "por acaso" no Chile, onde viveu até os 18 anos. Aos 20, se mudou para Copenhague para estudar na Real Academia das Artes.

Foi na Dinamarca, país no qual vive desde os anos 80, onde o chileno desenvolveu sua carreira artística, que é reconhecida por suas obras polêmicas como a venda de almôndegas feitas com sua própria gordura ou a tentativa de jogar tinta vermelha no topo do Mont-Blanc, nos Alpes Franceses.

Evaristti, no entanto, diz que não é nem chileno nem dinamarquês, mas "de todas as partes", e cita o filósofo austríaco Ludwig Wittgenstein para concluir que, "no fim, todos somos macacos com intelecto desenvolvido". EFE alc/bm/sc |Q:ACE:pt-BR:01000000:Arte, cultura e espetáculos IHU:pt-BR:08002000:Aspectos humanos:Curiosidades|

TRILHA DE SAPIRANGA, VEJA ABAIXO. E JABUTIS ,TAMBÉM NESTE FINAL DE SEMANA.

TRILHA DE SAPIRANGA VEJA MATERIA ABAIXO.

VEJA OS "EVENTOS CICLISTICOS" NESTE SITE E NO MURALDEBUGARIN.COM


JABUTIS VAGAROSOS, NO FINAL DE SEMANA.

E TRILHA DE SAPIRANGA. VEJA ABAIXO.

-PARA VER POSTAGENS ANTIGAS, CLIQUE ABAIXO DESTA PAGINA" "Postagens mais antigas"


valci barreto
editor do bikebook.com.br


JABUTIS VAGAROSOS JÁ DECIDIU:

No dia 06.09,saída pontual da frente da Padaria Apipão, na Sabino Silva.
No dia 07 09, saída pontual às 08 da manhã, em direção ao pedal da asbeb.

Como é sabido, o único compromisso dos jabutis é local e horario da saida.

O mais, é o que for acontecendo e decidindo os comparecentes no trajeto.Prentendemos, a depender de quem comparecer, irmos ao Boca de Galinha, no domigo. Desta vez, deixando as bicis na cestaçao da calçada para pegarmos o trem, com direito a barquinho para sorvete na Ribeira.

No sábado, nossa intenção é nos dirigirmos para a região da orla, para estarmos às 13, ou mais um pouco, no Parque da Cidade para a exposição de carros antigos. Mas quem decide é o pessoal que vier. o jabutis vai para onde o pessoal escolher. No sabado será o batizado de KELLY, SOBRINHA DE ELENA, ANSIOSAMENTE AGUARDADA PELOS JABUTIS.

OS JABUTIS PEDEM:

FAVOR NÃO COMPARECER OS CHATOS, ARROGANTES, MAL EDUCADOS, OS QUE NÃO SE AJUSTAM A CONVIVIO EM GRUPO. Apressados, mal humorados, estressados, já estão desconvidados. Há outros passeios para eles. Quem não tiver paciencia com o mais fraco no pedal também nao venha para não se estressar nem estrassar quem está aprendendo a vencer o medo das ruas.

A gente se dá muito bem com os chatos , arrogantes e mal educados. "MAS ELES LÁ, e NÓS CÁ!"

Quem estiver de acordo com a CARTILHA DOS JABUTIS, é convidado. Pode vir com com qualquer camiseta , qualquer bicicleta, desde que rode. Preferimos as com cestinha ou bagageiro, espelho retrovisor, buzina trintrin , descanso e tranca para maior segurança nas paradas. As bicicletas podem ser velhas, novas , enferrujadas, desde que esteja rodando. Uma lubrificada e enchida nos pneus antes de vir é uma boa prática.

Trazer o trocado da agua , da merenda ou almoço. Cada um paga a sua e a amizade continua. Se almoçaremos, a preferencia será sempre em comida a peso. Salvo as exceçõs, como o boca de galinha, se pra lá formos. Quem decide é quem chega no ponto e horario de partida.

AOS QUE NUNCA PEDALARAM conosco, PEDIMOS para LER A CARTILHA DOS JABUTIS VAGAROSOS, QUE ESTÁ PUBLICADA NO MURALDEBUGARIN.COM e NO BIKEBOOK.COM.BR.

Não precisa ninguem ficar ligando para dizer que vem ou que não vem. O jabutis sai, até com uma pessoa só.

Por favor, não ligue pedindo para esperarmos porque o JABUTIS NÃO ESPERA.

Quem quiser ser esperado, chega antes, entra da PADARIA APIPÃO, FICA TOMANDO UM CAFÉ, REFRESCO, COMENDO UMA FRUTA. HÁ LUGAR PARA SENTAR. E VOCE SERÁ, COM CERTEZa, SEMPRE BEM RECEBIDO.

A Padaria Apipão é na Sabino Silva, no Jardim Apipema. Todos em Ondina sabem onde fica.

Informações adicionais podem ser pedidas pelos nossos e mails:
valcibarretoadv@yahoo.com.br
itanamangieri@gmail.com
alberto.bugarin@gamail.com

leia o muraldebugarin.com
bikebook.com.br

-SE TEM PEDAL, TÁ NO MURAL!

muraldebugarin.com

VAMOS SER CIVILIZADOS TAMBÉM NOS HORARIOS

Há muitos eventos em Salvador que não vou. Não me preocupo comigo. Quando deixo de ir a um evento que gostaria de estar presente, é porque aproveito meu tempo em outro.

Há shows, eventos, palestras que abusam quanto ao cumprimento de horário. Marca nove, e começa onze. Claro que não espero mais do que quinze minutos, em nenhum deles.

Temos um grupo de passeios ciclísticos: JABUTIS VAGAROSOS, de pouca gente. às vezes é um só pedalando.

Há anos atrás, eu e um amigo saíamoss para eventos, eu carregando um violão, ele tocando. Como ele canta e toca muito bem, recebíamos muitos convites para festas em casas, aniversários, chácaras, piscinas. Faziamos boas festas.Mas tínhamos a mesma cultura: se quem convidasse não estivesse no local e horário, e fosse possível, começávamo o "show". Se não fosse, íamos embora, deixando um gentil recado:" não sabendo se voces iam chegar e para não incomodá-los, vamos tocar em outro local". E assim procediamos.

O que queriamos era musica, tocar, conversar. Não era esperar.O amigo casou e deixou a "vida de artista". Eu deixei a de "auxiliar de artista", de "produtor cultural de um artista só".

Quem nos conhecia, já sabendo disso, fazia tudo funcionar direitinho. Fizemos belas festas, muitas vezes apenas para uma só pessoa, para o dono ou dona da casa, já que os demais, quando chegavam, já estavamos longe! Mas nos divertíamos.

Hoje, minha festa é no pedal. Continua a minha prática: marcada a hora, lá estou. Agora com bem mais vantagem; se o evento não começar, eu faço o "meu evento":saio pedalando por aí, até sozinho. E me divirto do mesmo jeito. Algumas vezes, até melhor do que no evento para o qual eu me dirigi.

Quem quiser aderir a este movimento, estará fazendo um exercíco de cidadania:

Marcado um show , evento qualquer, inclusive formatura e casamento, se não começar, vamos embora. Civilizadamente.

Não é doença, obsessão. Acho que é civilidade, é respeito ao disciplinado, ao respeitador do tempo das outras pessoas. Se for doença, quero conviver com esta boa doença. Pelo menos ela não me estressa. Não chego aos eventos com a lingua de fora, como cachorro cansado. Chego e saio tranquilo, porque tudo bem programado, bem cronometrado.

A preocupação minha não é somente comigo. Fico pensando: Salvador é uma cidade turística. Milhões de pessoas nos visitam. Muitas deixam um programa para fazer outro, anunciado para tal horário.O que é anunciado não acontece ou acontece atrasado, o que é um desrespeito aos nossos visitantes.

Recentemente, fomos ao Parque da Cidade para um show. Marcado, se não me engano para 12:30, neste horario já estavam todos os artistas. Eu e mais duas amigas fomos e chegamos de acordo com o horário programado.

MAS A PRODUÇÃO, por conta de problemas técnicos, segundo eles, SÓ VEIO a LIBERAR O INICIO DO SHOW APÓS AS 15 HORAS! Como era de graça, estávamos com uma companhia que não pedala, que nos alegra e que não queriamos deixá-la só, ali ficamos. Mas ficamos apenas pela companhia. Jamais pelo show.

Se não esperarmos a boa vontade das "vedetes", dos desorganizados, desrespeitadores de horário, muitas coisas melhorarão em nossa cidade, inclusive para que nossos visitantes possam melhor programar suas visitas à nossa bela Bahia.

Atrasar tanto a qualquer evento, é , sobretudo, uma falta de respeito a quem chega no horário. Penalisa os disciplinados.


Sem estress, sem zangas, respeitosamente sempre,vou embora. Há coisas melhores para fazer, especialmente se estamos lendo , conversando com amigos, ouvindo uma boa musica, comendo, pedalando, ou mesmo dando uma boa caminhada.

Há coisas que valem a pena serem esperadas. Outras não. Vamos aprender a separar e esperar apenas o que realmente vale a pena; e de acordo com cada circunstância.

Por conta de indisciplina, desrespeito ao organizado e ao disciplinado, não devemos ,jamais, esperar.

Há muitas paletras, eventos que gostaria até de estar . Porém, neles jamais marco a minha prsença quando percebo que a "vedete", o "astro", vai chegar na hora que bem quiser. Isto vale para qualquer evento. Inclusive para os dos nossos pedais, formaturas, batizado, casamento.

Sempre admirei a posturas de artistas como Bel Marques, Jorge Portugal, e o Mandaia nas quintas do SESI.

Pelo menos em todos os evetos destes artistas, dos quais participei, mesmo quando houve atrasos para início, eles sempre estavam lá. Há muitos outros exemplos.

A lançaento de livro de Jolivaldo Freitas também vou. Nunca cheguei a um para lá não já estar o escriba.

Por isto, sempre que posso, não falto a nenhum deles.
======================

Campanha do muraldebugarin.com por respeito ao publico e aos visitantes da BAHIA.

valcibarretoadv@yahoo.com.br
muraldebugarin.com.

publicado no bikebook.com.br
===========================================

ALICE NO PAÍS DOS ABSURDOS e SARAU DE PRETO em Plataforma

ALICE NO PAÍS DOS ABSURDOS
Aos Sábados e domingos será a vez do espetáculo Alice no País dos absurdos. Como o próprio título sugere o espetáculo é baseado no clássico: Alice noPaís das maravilhas, porém de maravilha o país que a adaptação traz não tem nada. O espetáculo alerta sobre um problema que já se tornou comum nas grandes metrópoles: o abandono para com os menos favorecidos. Os moradores de rua farão parte de todo enredo desta encenação que ficará em cartaz no Centro Cultural de Plataforma aos sábados e domingos às 16hs. Ingressos promocionais: R$ 2,00 / 1,00 (meia), se preferir, traga um cobertor que será doado a quem realmente necessita.

O que: Alice no País dos absurdos
Quando: Sábados e Domingos de setembro, 16hs
Quanto: r$ 2,00/ 1,00 (meia)
Realização: Cia de teatro solidário de Brotas/ Fábio Marcelo/ FUNCEB (Edital06/2008)Informações: 3398 4769 - CCP/ centroculturalplataforma@gmail.com

SARAU DE PRETO
Foi dado o ponta pé inicial ao projeto Teatro Negro do Subúrbio. Após a seleção dos atores, os trabalhos vão de vento em popa. O Grupo é formado por 13 jovens negros, moradores do Subúrbio ferroviário de Salvador que trabalha a temática negra nos seus encontros. Dùdú Odára foi o nome escolhido para o grupo e quer dizer "o negro é lindo" em yorubá. A estréia está prevista para Novembro, mês da consciência negra, mas até lá o público poderá prestigiar os trabalhos que serão apresentados todas as últimas quintas-feiras de cada mês no Sarau de preto. O primeiro encontro será no dia25/09, às 20hs. Pagando R$ 2,00 inteira ou R$ 1,00 meia o público poderás e deliciar com o recital de poesia do Texto de Castro Alves "NavioNegreiro", leitura dramática do texto de Paulo Mico e ouvir a cada mês uma atração musical diferente.

O quê: Sarau de Preto
Quando: 25 de setembro, 20hs
Quanto: r$ 2,00/ 1,00 (meia)
Realização: Cia de teatro Dùdú Odára/ Jorge Ravinny Produções/ CCPCine-Teatro Centro Cultural Plataforma
Praça são Bráz - s/nº - Plataforma - 40.710- 530
3398 4769/ centroplataforma@funceb.ba.gov.br

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Mundão - em Bom Jesus da Lapa





VEM AÍ A BICICLETA ELETRICA.



Mesmo motorizada, mais uma alternativa para andar de bicicleta. Um ouro para quem anda de paletó.

TRILHA NA RESERVA SAPIRANGA

Característica da trilha:
DATA: 07/09/2008 (domingo).
LOCAL DE ENCONTRO: Bom Preço Portão (entrada de Buraquinho).
HORÁRIO: 06:30h.
DIFICULDADE: NÃO INDICADA PARA INICIANTES.
(trilha): 35km.

Alimentação e Hidratação Recomendada:
Barra de cereal, Muita água. Gatorade. Alimentação Leve

Acessório recomendado:
Óculos de lente transparente.

Equipamentos obrigatório:
Capacete. Luvas. Tênis apropriado. Câmara reserva.

Consciência Ambiental

Lembre-se que você está passando por ambientes onde a natureza ainda está razoavelmente preservada, apesar das plantações e derrubadas, então não custa nada avisar;
- Não jogue lixo no chão.
- Traga tudo que levar.
- Por onde você passar procure deixar apenas as marcas do seu pneu.
- Não maltrate os animais que encontrar pelo caminho.

IMPORTANTE:
O participante que tiver qualquer restrição em relação a saúde
(alergia a picada de insetos, eplepsia, asma, etc...) deve trazer consigo seus medicamentos, com descrição de dosagem a ser aplicada caso ocorra qualquer anormalidade no seu estado de saúde durante o passeio.

Não esquecer de $$ para contribuir na entrada da reserva

Informações
Fernando Carvalho 8104-8812
Paulo Pitta - 8809-3074
Alessandro Lisboa - 9968-4425
Carlos Ribeiro - 9981-8227
Edson Vigo - 9966-2118

MUNDAO E SUA BARRA CIRCULAR NA LAPA



MUNDAO EM BOM JESUS DA LAPA

Foto de Mundão ,em Bom Jesus da Lapa, com sua Caloi Barra Circula.

Agradecemos à RADIO BOM JESUS DA LAPA pelo envio da e pela entrevista feita com o MUNDAO, que pedalou de Salvador até aquele Municipio do Oeste baiano.

===========================================

TRILHA NA RESERVA SAPIRANGA - 07 SET 08

Trilha na Reserva de Sapiranga

Característica da trilha:
DATA: 07/09/2008 (domingo).
LOCAL DE ENCONTRO: Bom Preço Portão (entrada de Buraquinho).
HORÁRIO: 06:30h.
DIFICULDADE: NÃO INDICADA PARA INICIANTES.
(trilha): 35km.

Alimentação e Hidratação Recomendada:
Barra de cereal, Muita água. Gatorade. Alimentação Leve

Acessório recomendado:
Óculos de lente transparente.

Equipamentos obrigatório:
Capacete. Luvas. Tênis apropriado. Câmara reserva.

Consciência Ambiental

Lembre-se que você está passando por ambientes onde a natureza ainda está razoavelmente preservada, apesar das plantações e derrubadas, então não custa nada avisar;
- Não jogue lixo no chão.
- Traga tudo que levar.
- Por onde você passar procure deixar apenas as marcas do seu pneu.
- Não maltrate os animais que encontrar pelo caminho.

IMPORTANTE:
O participante que tiver qualquer restrição em relação a saúde
(alergia a picada de insetos, eplepsia, asma, etc...) deve trazer consigo seus medicamentos, com descrição de dosagem a ser aplicada caso ocorra qualquer anormalidade no seu estado de saúde durante o passeio.

Não esquecer de $$ para contribuir na entrada da reserva

Informações
Fernando Carvalho 8104-8812
Paulo Pitta - 8809-3074
Alessandro Lisboa - 9968-4425
Carlos Ribeiro - 9981-8227
Edson Vigo - 9966-2118

LAZARO NEGRUME

Uma pessoa está , em nossos e mail, procurando o cantor LAZARO NEGRUME. Se alguem tiver noticias, favor encaminhar e mail para nós:

valcibarretoadv@yahoo.com.br
ou
para o produtor cultural SERGIO BEZERRA, endereço e foto nesta pagina.

EVENTOS CICLISTICOS



Valci Barreto
Editor do bikebook.com.Br
Colaborador do muraldebugarin.com
Folha do recôncavo.
valcibarretoadv@yahoo.com.br


MESMO SEM CICLOVIAS ou CICLOFAIXAS É POSSIVEL PEDALAR nas ruas de Salvador. NÓS JÁ FAZEMOS ISTO. VEJA COMO, ACESSANDO NOSSOS SITES E BLOGS.

A rua não é só do carro. O ciclista tem direito de pedalar nas mesmas pistas em que circulam os veículos. Isto é da lei.

Vamos levar estas mensagens aos motoristas agressivos, mal educados que acham que todos tem que sair da frente para ele passar.

As lições de boa educação e respeito ao próximo devem ser dirigidas a todos, inclusive aos ciclistas e motociclistas , muitos também mal educados.

Imprimam, divulguem mensagens de respeito e educação para o transito, ponham nos carros, especialmente nos ônibus, táxis, motos e bicicletas.

Denuncie os agressores.
======================================
SALVADOR É PLANA PARA BICICLETAS.

Salvador é plana para bicicleta:pedala-se de Praias do Flamengo, até a Suburbana, passando pelo Bonfim, Ribeira e Comércio, sem subir uma ladeira sequer. As pequenas ladeiras do centro, como as da Montanha, Pelourinho, Taboão, podem ser vencidas empurrando a bicicleta. Ninguém cansa se subir devagar, empurrando magrela, contemplando a beleza, buscando e descobrindo cantinhos da nossa cidade, escondidos pelo carro, pressa e falta de educação.
===========

-SÓ VOTAREI EM CADIDATO QUE:

TIVER COMPROMISSO COM CICLOVIAS , CICLOFAIXAS E EDUCAÇÃO PARA O TRANSITO.
NÃO VOTAREI EM CANDIDATOS CUJOS MOTORISTAS TIREM FINOS, ATROPELAM, AGRIDEM, FORÇAM PASSAGEM NO TRANSITO; Também não votarei nos que tenham carros de sons poluidores, que façam campanhas com sons altos nas ruas. Candidato educado educa seus funcionários e prestadores de serviços.Inclusive os seus motoristas.

Som alto denota falta de educação , de respeito ao próximo, tanto do motorista quanto do candidato que o contrata.

Os ciclistas baianos, que assim pensarem, divulguem esta idéia. Imprimam panfletos, com nomes de seus grupos e espalhem por aí. É forma civilizada de fazer política, mesmo sem sermos candidatos. Lideres não são perfeitos. São humanos. Mas tem que ser os melhores, os que possam dar os melhores exemplos para todos:
educação
honestidade
respeito
produtividade
competência

Além de ciclovias e ciclofaixas, precisamos de pessoas que levem mensagens de educação e respeito ao ciclista, pedestre e ao próximo.

Há candidatos com motoristas dirigindo nas ruas como verdadeiros animais, com som alto , sem o mínimo de respeito pelas pessoas , pedestres e ciclistas. Vamos aproveitar este momento para disseminar estas mensagens, muito importantes para a construção de um mundo melhor.
==============================

CAFÉ DA MANHÃ

14.09=Café da manhã , aniversário de Luciene, no Sindicato dos comerciários. Todos os ciclistas estão convidados. Podem ir de bicicleta. Não paga nada. A partir das 08.30 horas.
Mas se chegar às oito já tem o café prontinho. Garante-nos Luciene.

Fique o tempo que você quiser, bata um papo, dê os parabens, leve um bilhete, um cartãozinho para Luciene. Isto é civilidade. Mas, se não puder, compareça apenas para dar-lhe o abraço. Ela vai gostar do mesmo jeito.

======================================

MATA DE SÃO JOÃO
--- --- --- ----
14-09,passeio ciclístico para Mata de São João, veja no muraldebugarin.com e no bikebook.com.br as condiçoes para participar deste pedal.

==============================
PEDAL ANIVERSÁRIO DO TONY

DIA 21.09, acontecerá uma comemoração de aniversário de uma das mais queridas figuras do pedal de Salvador. Trata-se do aniversário do “ gigante dos pedais festivos animados”, ANTONIO, OU TONY , comandante do AMIGOSDOTONY.

Não é um aniversário qualquer. Somente o bolo, em todos os aniversários do querido Toni, tem que ser carregado por, no mínimo, umas quatro pessoas. Coisa de Magestade!

Todos os amigos colaboraram com as festividades, levando algum tipo de ajuda.

Quem quiser ajudar, levar qualquaisquer tipos de bombons os quais serão distribuidos em festa no dia das crianças. Neste dia, acontecerá , também, uma das mais animadas festas, com a participação de ciclistas , envolvendo, também, a comunidade das rua da Jaqueira.

O local do aniversário está sendo decidido ainda: se na CABANA DA JANE ou no Bairro do Retiro. Tudo será avisado, com antecedência, no muraldebugarin.com.
===========================================

21-09, Pedal do G Barbosa.
====================================================

28.09-PASSEIO CICLISTICO PORTÃO BONFIM.
====================================================
Pedal Portão GUARAJUBA, em outubro, AGUARDE OS AVISOS QUE SERÃO POSTADOS NO MURALDEBUGARIN.COM
=============================
PEDAL BICICLOTECA, AGUARDEM AGENDAMENTO. Vamos juntando livros e revistas usadas para apanharmos em carro cedido por amigos.Levaremos também em bicicletas para livrarias comunitárias. Tudo será amplamente divulgado no muraldebugarin.com e no bikebook.com.Br.
============================================================
AGUARDEM : JABUTIS VAGAROSOS NA ILHA DE ITAPARIA, NAZARE DAS FARINHAS E MILAGRES.
============================================================

Todos os domingos, a partir das 9.30, até as 12.30 horas, no Jardim de Nazaré, Salvador-Bahia, um grupo de músicos, amadores e profissionais, tocam e cantam músicas de bom gosto. É "CANTO DA PRAÇA", com João Bandola, Poly , convidados e surpresas. Vejam fotos em galeria de fotos do muraldebuqarin.com.Para vê-las, procurar em "galeria de fotos" clicando em "proxima" até encontrar as fotos e o texto.

=============================================================

Divulgue ,gratuitamente, no muraldebugarin e no bikebook.blogspot.com , seus eventos ciclísticos, profissões, notadamente artesanais, prestadores de serviços, feiras de livros, brechós, pequenos serviços, cantinhos, bares e "escondidinhos" da Bahia, encaminhando matéria para
valcibarretoadv@yahoo.com.br
alberto.bugarin@gmail.com

NADA COBRAMOS. É DE, VERDADE, TUDO DE GRAÇA! ,Nosso propósito estimular as pessoas a pedalar,ler fazer festa e respeitar o próximo.
===========================

DICA DE LEITURA DE LIVRO DE SEBO:
A Paixão pelos Livros, vários autores.

MARAVILHAS DO CONTO INGLES, Editora Cultrix.

Sonetos de Camões.

Todos de Machado de Assis, JOSE LINS DO REGO, VINICIUS DE MORAIS.

-"LEIAM OS CLÁSSICOS: ELES FORAM TESTADOS POR VÁRIAS GERAÇÕES.(HEMINGHAY)
.................................
PEDALANDO, CAMINHANDO, LENDO, SENTINDO E FAZENDO O BEM, O MUNDO FICA MELHOR!


====================================================================
22.09: todo ano, DIA MUNDIAL SEM CARRO, veja matéria no google.com.br

=================================================================
OFICINAS DE BICICLETA:

REGIS, NA VASCO DA GAMA, NO INÍCIO DO VIADUTO, EM FRENTE A “O BARATÃO”. FUCIONA TAMBÉM AOS SÀBADOS E DOMINGOS.
====================
BIKE BRASIL, na Ribeira. Seu proprietário, Gilberto, além de mecânico é um artista na pintura, restauração e personalização de bicicleta. Ou seja, além de mecânico, muito querido na região da Ribeira, faz da sua profissão uma verdadeira arte.

Já mereceu reportagem de importante revista italiana de ciclismo que orgulhosamente guarda em sua oficina.
==============================================================
Marcelo, pequena oficina na BARRA, próximo à Perini do Shopping Barra, beco com entrada em frente ao Posto de Gasolina
==================================
ERVACICLO, NO LARGO DOIS DE JULHO E NO RIO VERMELHO. NO RIO VERMELHO, PRÓXIMO Á PONTE, LADO ESQUERDO, DA RUA SENTIDO SALVADOR ITAPOÃ , PRÓXIMO MC DONALD.
===========================================
CICLO LINK, BROTAS, APÓS SUBIDA DA LADEIRA DOS GALÉS.
=========================================
ROBERTO ESPANHOL, EM FRENTE AO SHOPPING SETE PORTAS, PRÓXIMO AO CLAUDIO SOM E TRIBUNA DA BAHIA, NA DJALMA DULTRA.
==============================
15 ANOS DE CASA DA MÚSICA. VEJA PROGRAMAÇÃO NO CARTAZ.PUBLICADO NO BIKEBOOK.COM.BR
=========================================
Não costumamos fornecer telefones dos anunciantes porque muitas vezes mudam o fone E não nos avisam.
===========================================
07 09-TRILHA SAPIPRANGA. VEJA MATÉRIA NESTE BLOG E NO MURALDEBUGARIN.COM
===========================================
Parabens ao MUNDÃO, PEDALOU DE SALVADOR ATÉ BOM JESUS DA LAPA, EM UMA BICICLETA SIMPLES, SEM MARCHA. VEJA FOTOS NO BIKEBOOK.COM.BR. Mundão foi entrevistado pela Rádio Bom Jesus da Lapa.

RETORNA AO SEU TRABALHO, NA FUNDAÇÃO CULTURAL DO ESTADO DA BAHIA, em 08.09.2008.
==============================================
Não jogue seus livros nem revistas usadas no lixo, faça doações. Veja onde e a quem, no bikebook.blogspot.com

Quem faz doações de livros, ajuda a circulação de cultura e riqueza, notadamente entre os mais pobres. Há pessoas vencendo o desemprego vendendo livros e revistas usadas em pequenos pontos como o do senhor Alfredo, na Ladeira do Funil, Sete Portas, parte baixa, em frente à Resul; Daniel, na Rua da Ajuda, 3, no centro de Salvador; Alemão, ou Gaucho, ao lado do Prédio da Justiça do Trabalho, no Comercio.

Todos eles aceitam e agradecem as doações. O senhor Alfredo funciona nos domingos e feriados até 13,14 horas. Só não aparece quando chove muito ou viaja. No mais, está sempre lá, no batente, de domingo a domingo. Aos domingos pela manha é ótimo, pois há sempre local para estacionar. Mas vá de bike, é mais gostoso.
=============================================
No Shopping Sete Portas, na Djalma Dultra , funciona restaurante, comida a peso, higiênica e gostosa; Lan House, cartuchos e equipamentos para computador. Cooperativa de Teatro, Agências de Viagens e de eventos; loja de celular; manicure, cabelereiro e equipamentos para academias de ginásticas.

Próximo à Tribuna da Bahia.
=========================================================
Shopping pequeno, mas muito simpático. Faça uma visita
===========================================

Toda terceira quinta do mês, encontros informais de ciclistas no Restaqurante AKIDABOM, situado no Shopping Aquidabã, Sete Portas.

==========================================

ATRASOS NOS EVENTOS e SUGESTÕES AOS CICLOATIVISAS.

Caros Cicloativistas,

Lamentàvelmente, temos na Bahia(vou falar apenas do que conhecemos, que é nossa Salvador),a cultura da desobediência a compromissos de horários. Há muitos eventos que deixo de ir , de participar, não saber a hora que começa, mesmo quando divulgado o horario para o inicio. Muitas vezes, convidam-nos para o lançamento de um livro, shoes, teatros, por exemplo. Vamos prestigiar o artista, a peça, o escritor. Ocorre de o artista, ou organizador do evento comparecer com muito atraso, deixando as pessoas esperando o tempo que ele bem quiser.Quando vou a um evento e vejo que vai atrasar muito, normalmente não espero. Já ando de papel e caneta para lá deixar um recado simples:

“Meu caro, infelizmente não pude esperar” E sigo meu caminho. Não é desrespeito ao artista. É respeito a mim. Em vez de esperar a boa vontade do artista ou dos programadores do evento, prefiro fazer outras coisas.Há exceções , imprevistos, sim. Porém, a maioria dos atrasos são provocados por falta de respeito, disciplina , organização .

Este mal hábito, chegou aos movimentos cicloativistas. Alguns organizadores , marcam o evento para determinado horário e normalmente atrasa em uma ou mais horas.

Devemos combater este tipo de comportamento. Além de ser prejudicial para quem chega no horário, vai-se criando a cultura de que: ”Está marcado para as nove, mas só sai as dez”. Então, as pessoas, já imaginando isto, começam a chegar as dez e aí começa bem mais tarde, o que não é uma boa prática.

No mundo dos passeios ciclísticos não precisamos ficar esperando que o evento aconteça para pedalarmos. É que pedalar é muito simples: basta pegar a bicicleta e sair por aí. Marcado um horário para um passeio ciclistico, se houver muito atraso por parte dos organizadores, ou dos líederes, em vez de reclamarmos do atraso, de ficarmos aguardando a "vedete" ou o desorganizado, vamos pegando as nossas bicicletas e saindo por aí. Sem estress, sem zanga, sem reclamações; Quem anda de bike não tem que se estressar. Também não tem que ficar esperando. Se alguém achar que vale a pena esperar, que fique. Eu, normalmente, não acho. Em vez de esperar, prefiro pedalar. Pedal bom não é o que tem mil pessoas. Bom é aquele que conseguimos fazer bem, com qualquer número de pessoas. Ou até mesmo sozinho, se você está acostumado a isto.
Para fortalecer o movimento ciclístico, os grandes eventos são importantes. Porém, os que saem com cinco , dez, quinze pedalantes não tem importância menor. Ao contrario, se o de mil se dividisse em tantos de quinze, por exemplo, para ocupar as ruas, seria até mais produtivo, mais benefico para todos.

Agora, que estamos em momentos de campanhas políticas, os políticos, todos bem vindos, estão organizando passeios e nos convidando. E devemos estar em todos. Costumam, porém, pedir aos ciclistas, já reunidos e prontos para a saída, para aguardar este ou aquele candidato, esta ou aquela figura que acham importante estar no local.

Sugiro não esperarmos. Não há nenhuma necessidade para isto. E se esperamos estaremos contribuindo para que os atrasos, ocorrentes em todos os outros tipos de eventos, venham também a fazer parte dos movimentos ciclísticos,o que será péssimo..

Vamos criar a cultura, no meio ciclístico, de que somos diferentes, somos disciplinados e assim devemos ser. Vamos ter respeito aos disciplinados, organizados, a quem chega antes ou no horário combinado para o evento.

Vamos afastar do nosso meio, aquela história de que: “Está marcado para as nove, mas sai as dez!”

Em vez de ficar esperando o indisciplinado, o desorganizado, melhor é pedalar. É como tenho feito e quero continuar a fazer.

Agora, se o esperado trouxer um bom presente para nós, dependendo do que seja, podemos esperar o tempo que justificar a importância da doação...

De parabéns a ASBEB , que tem primado por este item em seus pedais.

Os realizados por Everaldo Augusto e Reginaldo Oliveira froam, também, bons exemplos de disciplina e respeito a quem chegou no horário .

Houve um passeio, organizado por Everaldo, que atrasou; porém, em decorrência de evento que se realizava na cidade, o qual determinou aconselhamento , pelos órgãos de segurança e transito, para que se aguardasse um pouco;Neste caso houve, e haverá sempre, a compreensão de todos.

Havendo atraso não muito justificado, sugiro aos ciclistas não esperar. Ao contrário, melhor cada um organizar seu grupo e sair por aí, como foi feito, e deu muito certo, no que seria o PEDAL DO IMPERADOR.

Claro que isto é uma sugestão, é uma atitude individual minha, entendendo ser a melhor para todos.

Agora, que tem início a primavera, verão, muitos eventos acontecerão. Seremos, certamente, convidados para muitos. Será comum estarmos no local e horario combinado, não comparecer os lideres, orgãos ou organizadores do evento e algum intermediário pedir aguardar este ou aquele personagem.

Todos podem esperar. Eu poderei até esperar por algum atrasado; mas vou avaliar, com muito critério, cada uma destas esperas, para saber se vale a pena. Esperar por políticos, artistas, organizadores dos eventos, autoridades ou empresários, certamente que não. São os que, de um modo geral, dão os piores exemplos.

Se firmamos nossas posturas, certamente nos respeitarão bem mais, chegarão mais cedo e nossos pedais serão cada vez melhores,mais organizados, mais disciplinados.

Certo é que, pedalar será sempre melhor do que esperar o atrasado, desorganizado, indisciplinado.
=================================================================
UM BOM EXEMPLO.

LEON TOLSTOI, ESCRITOR RUSSO, AUTOR DE GUERRA E PAZ, clássico da literatura universal, para conquistar uma namorada, aprendeu a pedalar aos 66 anos de idade.

Se você não sabe pedalar e tem vontade, está esperando o que para começar?

Se você já pedala, o que lhe falta para enfrentar as ruas? Nós podemos ajudar.
==================================

Tudo pode ser visto, acompanhando e aprendido no

muraldebugarin.com e
no
bikebook.com.br


=SE TEM PEDAL, TÁ NO MURAL=

muraldebugarin.com

quarta-feira, 3 de setembro de 2008




Todos convidados!

MUITO OBRIGADO Á RADIO BOM JESUS DA LAPA!

A toda equipe da RADIO BOM JESUS DA LAPA, nossos agradecimentos pela entrevista feita com o Mundão e pelo envio das fotos. Além do carinho ao nosso ciclista, estão voces prestando um grande serviço aos cicloativistas baianos.

Estimularemos mais pessoas e grupos de passeios a irem para as romarias da LAPA , ou mesmo em outras épocas, da melhor forma PEDALANDO. Mundão abriu os caminhos.

muito obrgado a todos voces!

As fotos serão publicadas no muraldebugarin.com e
no
bikebook.com.br

Valci Barreto
Advogado
Rua Barros Falcão, 542, Matatu _ Largo dos Paranhos
Salvador - Bahia.
editor do bikebook.blogspot.com
colaborador do muraldebugarin.com
valcibarretoadv@yahoo.com.br
Fones: (71) 33229705 -(71) 9999-9221

voce pode ouvir a entrevista de mundao!!

ATENÇÃO:

MUNDÃO SERÁ ETREVISTADO PELA RADIO BOM JEUS DA LAPA, A PARTIR DAS 12.30. QUEM QUISER, PODE ASSISTIR A ENTREVISTA PELA INTERNET, ACESSANDO A RADIO BOM JESUS DA LAPA.

SERÁ ENTREVISTADO PELO RADIALISTA SOUZA!

MUNDÃO ESTÁ INDO AGORA PARA A RADIO, PARA UM BATE PAPO INICIAL.

MAIS TARDE SERÁ A ENTREVISTA.

MANDEM MENSAGEM AGRADECENDO AO SOUZA, A RADIO BOM JESUS DA LAPA

produção@polynet.com.br
fone

77 34816162 77 34815179

fone do mundão, que está atendendo: 91665133

PASSEIOS CICLISTICOS EM SALVADOR

Valci Barreto
Editor do bikebook.blogspot.com
Colaborador do muraldebugarin.com
Folha do recôncavo.
valcibarretoadv@yahoo.com.br

14.09=café da manhã , aniversário de Luciene, no Sindicato dos comerciários. Todos os ciclsitas convidados. Podem ir de bicicleta. Não paga nada. A partir das 08.30 horas. Mas chegando oito já pode tomar seu café.

14-09, pedal , passeio ciclístico para mata de são João, veja no muraldebugarin.com e no bikebook.com.br

==============================
DIA 21.09, acontecerá uma comemoração de aniversário de uma das mais queridas figuras do pedal de Salvador. Trata-se do aniversário do “ gigante dos pedais festivos animados”, ANTONIO, OU TONY , comandante do AMIGOSDOTONY.

Não é um aniversário qualquer. Somente o bolo, em todos os aniversários do querido Toni, tem que ser carregado por, no mínimo, umas quatro ou mais pessoas. Coisa de Magestade.
Todos os amigos colaboraram com as festividades , levando algum tipo de ajuda.

Quem quiser ajudar levar qualquer tipo de bombom que serão guardados para serem distribuídos com as crianças do seu bairro no dia das crianças. Quando acontecerá , também, uma das mais animadas festas com a participação de ciclistas e envolvendo a comunidade do bairro.

Todos os ciclistas já estão convidados. Quem quiser oferecer alguma ajuda, não se iniba. O Toni aceita. E tudo que é arrecada é destinado aos festejos e às crianças. Quem não colaborar, pode participar da mesma forma . Será sempre muito bem recebido.

O local do aniversário está sendo decidido ainda: se na CABANA DA JANE ou no Bairro do Retiro. Tudo será avisado, com antecedência, no muraldebugarin.com.


21-09, pedal do G Barbosa,


28.09-PORTÃO BONFIM.
=======================
Pedal portão GUARAJUBA, em outubro.

PEDAL BICICLOTECA, AGUARDEM AGENDAMENTO . VÃO JUNTANDO LIVROS. TEMOS CARRO PARA APANHAR, CEDIDO POR AMIGOS DO PEDAL.

AGUARDEM : JABUITS VAGAROSOS NA ILHA DE ITAPARIA E EM NAZARÉ DAS FARINHAS.
=============================================

Todos os domingos, a partir das 9.30, no Jardim de Nazaré, um grupo de músicos, amadores e profissionais, tocam e cantam músicas de bom gosto. João Bandola e Poly são presenças constantes. Vejam fotos em galeria de fotos do muraldebuqarin.com, em edições passadas. Para vê-las, procurar em galeria de fotos . Para chegar às fotos e eventos mais antigos, clicar na palavra “próximo”, no mesmo mural.

------------------------------
Divulgue ,gratuitamente, no mural de bugarin e no bikebook.blogspot.com , seus eventos ciclísticos, profissões, notadamente artesanais, prestadores de serviços, feiras de livros, brechós, pequenos serviços, cantinhos, bares e escondidinhos da Bahia encaminhando matéria para
valcibarretoadv@yahoo.com.br
alberto.bugarin@gmail.com
===========================

DICA DE LEITURA DE LIVRO DE SEBO:
A Paixão pelos Livros, vários autores.

MARAVILHAS DO CONTO INGLES, Editora Cultrix
Sonetos de Camões
22.09: todo ano, DIA MUNDIAL SEM CARRO, veja matéria no google.com.br


OFICINAS DE BICICLETA:

REGIS, NA VASCO DA GAMA, NO INÍCIO DO VIADUTO, EM FRENTE A “O BARATÃO”. FUCIONA TAMBÉM AOS SÀBADOS E DOMINGOS.
====================
BIKE BRASIL, na Ribeira. Seu proprietário, Gilberto, além de mecânico é um artista na pintura, restauração e personalização de bicicleta. Ou seja, além de mecânico, muito querido na região da Ribeira, faz da sua profissão uma verdadeira arte.
Já mereceu reportagem de importante revista italiana de ciclismo que orgulhosamente guarda em sua oficina.
==============================================================
Marcelo, pequena oficina na BARRA, próximo à Perini do shopping barra, beco com entrada em frente ao Posto de Gasolina
==================================
ERVACICLO, NO LARGO DOIS DE JULHO E NO RIO VERMELHO. NO RIO VERMELHO, PRÓXIMO Á PONTE, LADO DIREITO, SENTIDO SALVADOR ITAPOã , PRÓXIMO MC DONALDE.


CICLO LINK, BROTAS, APÓS SUBIDA DA LADEIRA DOS GALES.

ROBERTO ESPANHOL, EM FRENTE AO SHOPPIN SETE PORTAS, PROXIMO AO CLAUDIOS SOM E TRIBUNA DA BAHIA, NA DJALMA DULTRA
==============================
15 ANOS DE CASA DA MUSICA. VEJA PROGRAMAÇÃO NO CARTAZ.

Não costumamos fornecer telefones dos anunciantes porque muitas vezes mudam o fone,não nos avisam e os novos proprietários da linhas ficam, com razão, reclamando.
===========================================
07 09-TRILHA SAPIPRANGA. VEJA MATERIA NESTE BLOG E NO MURALDEBUGARIN.COM

MUNDÃO ESTÁ EM BOM JESUS DA LAPA, SAIU DE SALVADOR DIA 18.08 EM BICICLETA BARRA CIRCULAR, SEM MARCHA. ESTÁ HOSPEDADO PROXIMO AO RESTAURANTE PEDRA DO MAR.
==============================================
Não jogue seus livros nem revistas usadas no lixo, faça doações. Veja onde e a quem no bikebook.blogspot.com

Quem faz doações de livros ajuda a circulação de cultura e riqueza, notadamente entre os mais pobres. Há pessoas vencendo o desemprego, vendendo livros e revistas usadas em pequenos pontos e bancas de vendas como o senhor Alfredo, na Ladeira do Funil, Sete Portas, parte baixa, em frente à Resul.

No shopping Sete Portas, na Djalma Dultra , funciona restaurante, comida a peso, higiênica e gostosa, lan house, cartuchos e equipamentos para computador. Cooperativa de Teatro, Agênicas de Viagens e de eventos, loja de celular , manicure e cabelereiro, equipamentos para academias de ginásticas.
Próximo à Tribuna da Bahia.

Shopping simpático. Faça uma visita


Livros e revistas usadas, o senhor Alfredo vende no início da ladeira do funil, Sete Portas. Aceita e agradece doações. Funciona nos domingos e feriados até uma da tarde, menos quando chove,o senhor Alfredo viaja ou adoece. No mais, está sempre lá, no batente, de domingo a domingo. Aos domingos pela manha é ótimo, pois há sempre local para estacionar. Mas vá de bike.
=========================================================
Toda terceira quinta do mês, encontros informais de ciclistas no AKIDABOM, restaurante situado no Shopping Aquidabã, Sete Portas.



SUGESTOES PARA OS CICLISTAS:

Lamentàvelmente, temos na Bahia(vou falar apenas do que conhecemos, que é nossa Salvador), temos a cultura da desobediência a compromissos de horários. Há muitos que não vou por não saber a hora que começa. Muitas vezes, convidam-nos para o lançamento de um livro, por exemplo. Vamos prestigiar o escritor. Mas o artista chega na hora que quer, deixando todos esperando. Quando vou a estes, simplesmente deixo lá um bilhete: “Meu caro, infelizmente não pude esperar” E sigo meu caminho. Não é desrespeito ao artista. É respeito a mim, ao meu tempo. Em vez de esperar a boa vontade do artista ou dos programadores do evento, prefiro fazer outras coisas.

Este mal hábito, óbvio, chegou aos movimentos cicloativistas. Alguns organizadores , marcam o evento para determinado horário e normalmente atrasa em uma ou mais horas.

Devemos combater este tipo de comportamento. Além de ser prejudicial para quem chega no horário, vai-se criando a cultura de que: ”Está marcado para as nove, mas só sai as dez”. Então, as pessoas, já imaginando isto, começam a chegar as dez e aí começa bem mais tarde..

Se , marcado um horário, este for respeitado, as pessoas vão se disciplinando para chegar mais cedo.

Há muitos eventos que, se atrasar ou não acontecer, quem foi fica prejudicado. Mas no mundo das bicicletas podemos fazer diferente, sem qualquer prejuízo: marcado um horário, não começando, em vez de reclamarmos do atraso, vamos pegando as nossas bicicletas e sair por aí. Sem estres, sem reclamações, pois quem anda de bike não tem que se estressar. Se alguém achar que vale a pena esperar, nada errado. Eu, normalmente, não acho que vale a pena esperar. É que prefiro pedalar. Pode-se também, ficar pedalando, indo e voltando ao local marcado para o começo. Bicicleta permite isto, sem traumas. Pedal bom não é o que tem mil pessoas. Bom é aquele que conseguimos fazer bem, com qualquer número de pessoas. Grandes ou pequenos.

Para fortalecer o movimento ciclístico, os grandes eventos são importantes. Porém, os que saem com cinco , dez quinze pedalantes não tem importância menor. Ao contrario, se o de mil se dividisse em tantos de quinze, por exemplo, para ocupar as ruas, seria até mais produtivo, na minha opinião.

Nos grandes eventos, muitas vezes há justificativas para pequenos atrasos. Há, porém, situações que é mais falta de estrutura, disciplina, organização, ou mesmo respeito aos convidados.

Agora, que estamos em momentos de campanhas políticas, os políticos, sempre bem vindos, estão organizando passeios e nos convidando. E devemos estar em todos. Costumam, porém, pedir aos ciclistas, já reunidos e prontos para a saída, para aguardar este ou aquele candidato, esta ou aquela figura que acham importante estar no local.

Sugiro não esperarmos. Não há nenhuma necessidade para isto. E se esperamos estaremos contribuindo para que os atrasos, ocorrentes em todos os outros tipos de eventos, venham também a fazer parte dos movimentos ciclísticos. O que será péssimo: vamos ficar mais tempo esperando do que pedalando.

Vamos criar a cultura, no meio ciclístico, de que somos diferentes, somos disciplinados e assim devemos ser. Vamos ter respeito aos disciplinados, organizados, a quem chega antes ou no horário para o evento.

Vamos afastar do nosso meio, aquela história de que: “Está marcado para as nove, mas sai as dez!”

Em vez de ficar esperando o indisciplinado, melhor é pedalar. É o que tenho e quero continuar a fazer.

Agora, se o esperado trouxer um bom presente para nós, dependendo do que seja, podemos esperar o tempo que justificar a importância da doação...

De parabéns a ASBEB , que tem primado por este item em seus pedais.

Os realizados por Everaldo Augusto e Reginaldo Oliveira também deram bom exemplo de disciplina no horário da saída dos seus passeios.

Houve um de Everaldo que atrasou. Mas em decorrência de evento que se realizava na cidade, o qual determinou aconselhamento dos órgãos de segurança para aguardar até certo momento.

Havendo atraso não muito justificado, sugiro aos ciclistas não esperar. Ao contrário, melhor cada um organizar seu grupo e sair por aí, como foi feito, e deu muito certo, no que seria o PEDAL DO IMPERADOR.

Claro que isto é uma sugestão, é uma atitude individual minha, entendendo ser a melhor para todas.

Não devemos implantar no meio ciclístico a cultura do atraso, que faz muita gente se afastar de muitos eventos em Salvador, especialmente dos shows de artistas, até mesmo consagrados.

Em nossos passeios, mesmo nos grandes, temos primado por este item. E tem havido avanços consideráveis.

Agora ,que tem inicio primavera, verão, muitos eventos acontecerão. E seremos, certamente, convidados. Será comum estaremos no local aprazado e o órgão, pessoa ou entidade atrasar e ainda ficarem os lideres e comandantes de pedais pedindo para aguardar por este ou aquele personagem.

Todos podem esperar. Eu poderei até esperar por algum atrasado, mas vou avaliar , com muito critério, cada uma destas esperas para saber se vale a pena. Esperar por políticos, artistas, organizadores dos eventos, autoridades ou empresários, certamente que não. São os que, de um modo geral, dão os piores exemplos.

Se firmamos nossas posturas, certamente nos respeitarão bem mais e nossos pedais serão cada vez melhores,mais organizados, mais disciplinados. E melhor aproveitaremos o nosso tempo, da melhor forma que achamos: pedalando, em vez de esperando.

=
Quem tiver mais eventos de passeios, é so mandar para
valcibarretoadv@yahoo.com.br
alberto.bugarin@gmail.com

Publicado no bikebook.com.br

QUE INVEJA DA RENATINHA!

!!!Ver Editar
O seu post Post do blog foi criado.
qua, 03/09/2008 - 09:41 — valci barreto
confesso, bom ciume , doce inveja da RENATA FALZONI.

FIQUEM TAMBÉM,MEUS LEITORES DO MURALDEBUGARIN.COM!!!

E
DO BIKEBOOK.COM.BR

400 KM DE PEDAL EM PEQUIM NA ESPN/BRASILTerça-feira, 2 de Setembro de 2008 15:20
De: "Renata Falzoni" Adicionar remetente à lista de contatos Para: "Renata Falzoni" A mensagem contém anexosav_falzoni_150.jpg (6 KB)

400 KM DE PEDAL EM PEQUIM NA ESPN/BRASIL

Um olhar diferente dos Jogos Olímpicos na cidade de Pequim a bordo de
uma bicicleta no Aventuras com Renata Falzoni.

Horários:

3 de setembro quarta feira 22 horas
5 de setembro quinta feira ao meio dia
7 de setembro sábado as 15 horas
8 de setembro segunda feira as 16 horas

Bike abraços

Renata Falzoni

TRILHA NA RESERVA SAPIRANGA

ATENÇÃO TRILHEIROS

TRILHA NA RESERVA SAPIRANGA

Característica da trilha:
DATA: 07/09/2008 (domingo).
LOCAL DE ENCONTRO: Bom Preço Portão (entrada de Buraquinho).
HORÁRIO: 06:30h.
DIFICULDADE: NÃO INDICADA PARA INICIANTES.
(trilha): 35km.

Veja detalhes no blog Pedalada da Noite

Informações
Fernando Carvalho 8104-8812
Paulo Pitta - 8809-3074
Alessandro Lisboa - 9968-4425
Carlos Ribeiro - 9981-8227
Edson Vigo - 9966-2118

CASA DA MUSICA, CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR



pode ir de bike

terça-feira, 2 de setembro de 2008

FIB recebe candidatos a prefeito de Salvador

Em setembro, a FIB - Centro Universitário da Bahia recebe os candidatos a prefeito de Salvador para uma semana de debates, que vão acontecer sempre a partir das 20h, no campus Gilberto Gil - Stiep. O evento criará um espaço de discussão para que a comunidade FIB possa conhecer de perto as propostas de cada candidato para Salvador. O primeiro convidado é o atual prefeito, João Henrique, do PMDB, que falará em 1º de setembro. Dia 2 é a vez de ACM Neto, do DEM, seguido por Antônio Imbassahy (dia 3), do PSDB. Walter Pinheiro, do PT, está programado para dia 4, e Hilton Coelho, do PSOL, para dia 8, ambos ainda sem confirmação.





--
Farmacia 4B

FONE DO MUNDAO ESTÁ ATENDENDO!

MUNDAO , CELEBRIDADE EM BOM JESUS DA LAPA!
— valci barreto
Falei há pouco com Mundão, que está em Bom Jesus da Lapa. O fone dele é: 91665133. O fone dele está atendendo.

Pedalou de Salvador até Bom Jesus da Lapa.
Peçam à Rádio Bom Jesus da Lapara para entrevistá-lo. Ele merece.

Mandem e mail para a rdj@polynet.com.br pedindo a rádio para entrevistá-lo. Mundão merece.
valcibarretoadv@yahoo.com.br
bikebook.com.br
muraldebugarin.com

MUNDÃO JÁ ESTÁ EM BOM JESUS DA LAPA

Mundão com seus colegas da Fundação Cultural, Valci e Dona Deja, antes de partir para BOM JESUS DA LAPA. De bicicleta!!

MUNDAO CELEBRIDADE NAS ROMARIAS DA LAPA!

Mundão saiu de Salvador no dia 18.08.2008 , pedalando uma Caloi Barra Circular , em direção ao Muncipio de Bom Jesus da Lapa. Foi para as romarias daquele belo municipio baiano, às margens do Rio São francisco.

Se ele ainda estiver na LAPA, será entrevistado pela RADIO BOM JESUS DA LAPA, garantia do advogado Genesio Ramos, um dos proprietários da Rádio.

Pedimos ao pessoal de Bom Jesus da Lapa para mandar fotos do mundão , com sua bike, para publicarmos no muraldebugarin.com e no bikebook.com.br.

Proximo ano Mundão vai de novo. E quem quiser acompanhá-lo na aventura é seu convidado.

A Romaria da Lapa é a terceira do Brasil em numero de romeiros: mais de um milhão de pessoas visitam aquele muncipio entre os meses de julho / agosto.

bikebook.com.br
valcibarretoadv@yahoo.com.br
alberto.bugarin@gmail.com
CAFÉ DA MANHA.

— valci barreto -

Relembrando:

14.09, café da manhã para os pedalantes da Bahia. LUCIENE CONVIDA A TODOS: É A COMEMORAÇÃO DO seu aniversário. Luciene, para quem não conhece, é GABINETE DO VEREADOR REGINALDO OLIVEIRA.Já trabalhou também para o gabinete do Vereador Everaldo Augusto. Todos convidados. Pode chegar e sair a hora que quiser. Indo em grupo ou acompanhado voce tomará um café esperto.

A PARTIR DAS 8.30 SERÁ SERVIDO O CAFÉ. NINGUEM É OBRIGADO A FICAR LÁ: PODE TOMAR O CAFÉ E SE MANDAR, DE BIKE, a pé ou de ônibus. Eu irei de bike.

LOCAL: CENTRO CULTURAL DOS COMERCIARIOS, NO SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS ATRAS DO COLEGIO CENTRAL.

JABUTIS VAGAROSOS VAI ESTAR LÁ TAMBEM.
o CAFÉ É PRESENTE DE LUCIENE. O CICLISTA NADA PAGA, SÓ COME!

ATENÇÃO ESPOSAS E NAMORADAS: WORKSHOP DE DANÇA DO VENTRE EM SALVADOR COM ESPECIALISTA

Devido à grande procura por vagas para o workshop que a bailarina Aysha Almeé (SP) ministrará em Salvador no dia 21 de Setembro, estamos abrindo uma nova turma.

O horário da turma nova será das 14 as 17 horas e a aula será na Sala de Danças do teatro Caballeros de Santiago.

Interessadas (os), favor entrar em contato com os números: 9991-7189 ou 9971-8992 ou ainda através do email: cristiana_azevedo1@hotmail.com

Um grande abraço

Cris Azevêdo (organização)

CURSO PRIMEIROS SOCORROS: SETEMBRO

VALE A PENA E AINDA DÁ TEMPO. HOJE É O SEGUNDO DIA.
JÁ PARTICIPAMOS E A EQUIPE É FERA E RECEPTIVA!!

PERÍODO: 01 A 06 DE SETEMBRO
HORARIO: 13:00 AS 17:00 OU 18:00 AS 22:00
LOCAL: CENTRO UNIVERSITÁRIO JORGE AMADO
INSCRIÇÕES NO D.A DE ENFERMAGEM UNIJORGE
LOCAL: SALA NIVEL 3
PREDIO I
TEL: 3206.8106 CONTATO: ADRIANO 88887265

VALOR R$ 21,00 + ALIMENTO

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

PASSEIO para MATA DE SÃO JOAO:14/09

Olá, amigos ciclistas! Venho trazer mais informações sobre o segundo passeio Salvador/mata de Sao João.
Concentração: A partir das 06h no estacionamento do extra paralela!!
Roteiro Ida: Av.paralela, São Cristovão, Rótula do Aeroporto, Via parafuso, Viaduto HGC(Camaçari), Estrada do Polo, Dias Davila, Amado Bahia, Bonfim de Mata de São João, Centro, com primeira parada na loja Ciclobike. Logo após, passeio pela cidade.

Volta prevista para as 15h30, podendo haver alterações.
Como no evento anterior, haverá um encontro com os ciclistas locais em frente à igreja do Bonfim de Mata, seguido é claro daquela gostosa bike do som q vai animar a galera e fazer o anúncio do nosso evento para a cidade.

Obs: Por questões de organização, quem tiver a camisa do último pedal de Itapagipe e quiser usá-la no dia do evento, será muito legal.
Aviso também aos corredores de plantão de que nao é corrida, é passeio e quem nao obedecer as regras do evento, será, infelizmente, excluído do grupo.

A alimentação será por conta de cada ciclista. O restaurante do almoço que fizemos no passeio anterior estará à disposição e com aquele precinho bacana!!
Gostaria de contar com a participação de todos para divulgar mais uma vez o nosso esporte na cidade em que o número de ciclistas vem crescendo gradativamente.

Mais informações: Anderson Rodolpho( 3462-1159)

Este passeio do anderson será no dia 14.09. AGENDEM! SERÁ UM BELO PASSEIO. JABUTIS VAGAROSOS ESTÁ ANIMADO PARA PARTICIPAR. Mas há tempo ainda para decidir.
Caro(a) Amigo(a) valci barreto, com a sua presença e a combinação do espírito de aventura do motociclismo, a forte energia do MC Ninjas do Asfalto se transforma no combustível para o grande sucesso que é nosso aniversário, por isso você é nosso convidado especial.

Muito obrigado a esta equipe que muito tem contribuido para a prática saudável do motociclismo na Bahia.

De tudo farei para estar presente.


valcibarretoadv@yahoo.com.br
bikebook.com.br
MUNDAO SAIU DE SALVADOR,no dia 18.08.2008, DE BICICLETA BARRA CIRCULAR, para BOM JESUS DA LAPA. Neste momento já está circulahdo pela cidade da Lapa, na maior alegria: "virei celebridade", diz ele sendo fotogrado pelos romeiros,turistas e povo do lugar."

Valeu , Mundão, BOA SORTE , E BOM RETORNO. Quem puder, mandar fotos do Mundão na Lapa para nós.

A viajem de mundão tem apoio do

muraldebugarin.com e
bikebook.com.br

Quem tiver acesso às fotos, favor nos encaminhar para publicarmos em nossos sites.
valcibarretoadv@yahoo.com.
alberto.bugarin@gmail.com

BikEscambo no bikebook.com.br

Pessoal, estamos iniciando nossas atividades com o Bikescambo. Ou seja o escambo (troca de artigos, com ou sem "volta") além de compra e venda de material relativo a livros e bicicletas. Capacetes, rodas, pedais, bikes, guidons, selins e os cambau. Aqui cabe de tudo e mais um pouco.

Mande seu e-mail para oigresbezerra@gmail.com com cópia para valcibarretoadv@yahoo.com.br contendo a descrição do objeto, o tamanho, a cor, modelo etc. Diga também aquilo que Você procura. Se tiver foto do seu objeto, melhor. Não cobramos nada pela troca. Não damos garantie não nos responsabilizamos pelos acertos e entregas.
Apenas intermediamos aqui a busca e a localização do objeto.

Esperamos que a boa-fé prevaleça.

Em breve lançaremos o Jabuti bikesebo. Somente com livros, revistas, publicações diversas, periódicos, livros técnicos, jurídicos, gastronômicos, romances... enfim. Todo tipo de impressos a preços módicos e justos, com uma forma de entrega bem bacana.

JABUTIS VAGAROSOS, PEDAL DAS FRALDAS

CENTENAS DE OUTRAS FOTOS ESTAO NO MURALDEBUGARIN.COM, EM "GALERIA DE FOTOS"
valcibarretaodv@yahoo.com.br




OUTRAS FOTOS ESTÃO NO MURALDEBUGARIN.COM



Mensagem do vereador Everaldo Augusto para Ajoyr.

Há uma mensagem de elena, também para o Ajoyr, que está no muraldebugarin.com. Infelizmente, tentei postar aque mas não consegui. Mas no mural está fácil.

domingo, 31 de agosto de 2008

ALGUMAS FOTOS DO BICICLOFRALDAS. AS OUTRAS, MAIS DE CEM, ESTÃO NO MURALDEBUGARIN.COM

... é so ir lá e clicar em galeria de fotos, em seguida na palavra "próxima", que verá mais de cem fotos!














BICICLO-FRALDAS, EMOCIONANTE!


Valci Barreto

Editor do bikebook.com.Br
Colaborador do muraldebugarin.com

Prontinhos para o Biciclofraldas, o Jabutis Vagarosos, pontualmente estava saindo da frente da Padaria Apipão, na Sabino Silva, com o Valci, Deraldo, Bugarin e Raileide. Estávamos programados para participação da inauguração do Comitê do candidato a vereador Gilson Cunha, onde nos encontraríamos com Itana, Jabutis de carteirinnha; visita aos atletas do Pará, que competiram na prova de Triatlhon do SESC, Comércio , ida à casa de dona Dinorá, para levarmos presentes para o Ajoyr, filho de Lázaro, que está nascendo a qualquer momento.

Toda a programação foi cumprida: abraçamos, visitamos, coversamos, agendamos movimentos em favor das bicicletas nas ruas; na inauguração do Comitê de Gilson , na Vasco da Gama,encontramos os vários grupos organizados e pessoas como, Amigos do Tony, Ogunjá, Piratas de Bike, Stillus, Guerreiro, Lindo Olhar, Jorge do Apito , Suba Aí; Marcão, da Stillus e do Anjos de Bike, e tantos outros.

Aproveitamos o evento para a solenidade de entregua do CARIMBO DE ITANA!

As fotos do carmibo, e centenas de outras, estarão no muraldebugarin.com, em galeria de fotos.

Deixamos a movimentação do Comitê, do pedal do Gilson e seguimos, Valci, Deraldo , Sergio Bezerra, Raileide, Buga, Itana, com intenção de primeiro estar com o Lazaro, no Uruguai. Por questões estratégicas, horário, preferimos, mudar para passar antes no Triatlon, decisão por demais acertada.

Chegando lá, encontramos vários amigos de pedal, dos encontros da Asbeb, fiquei tomando conta das bikes e Itana e Buga foram abraçar os atletas do Pará e fotografar a turma e o evento.

Ali aconteceu o chato: dois atletas do Pará foram acidentados, um deles com costela quebrada. Por conta disso, Itana nos deixou para ir ao Pronto Socorro dar apoio ao pessoal. Foi acompanhada de Deraldo. Deixamos o Triatlon em direção ao Uruguai, com um Jabutis mais gordinho: Galego, Geomário , Gevaldo, e outros, nos acompanharam. Parando pelos caminhos, especialmente para comermos umas frutas, na LOJA DE FRUTAS TRES IRMÃOS, região do Urugai, onde encontramos e fotografamos uma simpática vendedora da Centauro , do Shopping Salvador, que ali fazia compras.
Por ruas e becos, paradas para perguntar, alcançamos o final de linha. Ainda meiro perdidos, mas na base do pergunta aqui, pergunta ali, alcançamos a casa de Lazaro que nos recebeu com a alegria de sempre, acompanhada da "festa"(Dona Dinorá), Nice, suas filhas, com uma deliciosa salada de frutas. A festa ficou melhor porque lá estava nossa querida Luzia, toda chic, alegre e disposta a voltar aos nossos pedais , Guerreiro, Tony, e nossos amigos pedalantes, conforme fotos na "galeria."

Sempre pronto para tudo, a simpatia do Tony e a turma do Piratas de Bike!

Deixados os presentes, inclusive o Guerreiro tomando sua cerveja, retornamos em direção ao Triatlon ; Lá ainda estava o pessoal de apoio , fotógrafos, produtores, muitos atletas se preparando para deixar o local.

Despedimo-nos de Geomário e Gevaldo , subimos a Montanha” , empurrando nossas bikes, com uma Raileide encantada por estar conhecendo,com nossos pedais, pedaços de ruas, becos, anglos da nossa ciade que estão escondidos pelo hábito do carro. Um mar com suas cores , em início de tarde e de setembro, convidando-nos para a contemplação da sua beleza ,pedindo-nos mais e mais fotos!

Aí veio a Carlos Gomes, com um ventinho fresco nos acariciando, Campo Grande e o frescor dos ventos e sombras do Corredor da Vitória, fazendo-nos lembrar dos comentários de Rosi quando por ali passa, exaltando o vento e suas sombras experimentadas em sua passagem diária por aquele local.

Elena e Rosi não puderam participar do Jabutis de hoje: a primeira, o marido Edvaldo fez uma cirurgia no olho, a segunda, toma remédios para uma pequena infecção.

Alcançamos a padaria Apipão, ligamos para Itana, que já estava no SESC, com a turma do Pará, a qual nos informou o estado dos atletas: um estava medicado, já pronto para o retorno, em ônibus. O outro, que quebrou as costelas, retorna de Avião.

Fui ao BICICLO FRALDAS, com minha Ceci, sem marcha. Pus no bagageiro uma cesta , coforme podem ver nas fotos, para levar brindes e presentes para o Ajoy.

A cestinha e a bicicleta sem marcha tem duas intenções básicas: Demonstrar que em bicicletas se pode levar muitas coisas: feira de supermercado, frutas e uma boa quantidade de fraldas, leite e livros. E que, mesmo sem marcha, se pode fazer um belo passeio , em qualquer lugar do mundo, até subindo ladeiras, que, para bicicletas, em Salvador não existe. Basta elevar os espíritos, sermos criativos, decidirmos como queremos fazer o passeio e, sobretududo, vencermos preconceitos bobos. Com bicicletas simples, sem macha e com uma cestinha, na frente ou no fundo, se pode levar até mais do que fraldas. Basta levar, junto, um coração e uma mente aberta para o bem, para o bom, que, nem sempre, está no mais caro.

Nada contra as bicicletas caras, bonitas, com marcha . Ao contrário. Sou favorável a todas. Porém, muito mais, sou e serei contra os preconceitos que inibem muitas pessoas de pedalar, somente por não poder comprar ou por pensar que só se pode pedalar com as mais caras, com marchas, e cada vez mais sofisticadas , leves e velozes. (não sei nem prá que!) Pelo menos para os jabutis urbanos, as caras, velozes, leves, são muito bem vindas, mas não são mais importantes do que as outras. Importante, para nós é o passeio, como e porque este é feito , e, principalmente, quem está montado na magrela.

Foi mais um Jabutis Vagaroos feliz o de hoje. Dito por todos que dele participou. Raí ,repetia sempre: estou feliz com este tipo de passeio. E será o que sempre farei. Buga, nem precisa dizer nada. Já diz estando em todos conosco. Para nossa sorte!

As fotos estão postadas no mural de bugarin.com . É só acessar:
Muraldebugarin.com – clicar em galeria de fotos; em seguida, clicar em cada foto, para ampliar; e, em seguida, na palvra “próxima” para ver todas.

Por enquanto, algumas já foram postadas. Mas outras e outras virão.

Feliz retorno para os amigos do Pará, que , infelizmente, não os conheci. Mas, como sempre, Itana fez tudo por nós.

Obrigado a todos que participaram do Pedal das Fraldas, inclusive nossos vereadores Everaldo Augusto e Reginaldo Oliveira que, mesmo não comparecendo, mandaram presentes para o Ajohyr; o mesmo fez Rosi , Elena e outros.

Dona Dinorá, como sempre, uma festa! Até parecia que era ela que estava nascendo também.

======
SE TEM PEDAL, TÁ NO MURAL!

Publicado no muraldebugarin.com e no bikebook.com.br

Festival de Teatro Lusófono no Espaço Xisto Bahia 01 a 04/09

A Secretaria de Cultura (SECULT), através da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), promove o Módulo de Circulação do Festival de Teatro Lusófono, que até o dia 4 de setembro, traz três espetáculos e duas oficinas de teatro e dança africanas, no Espaço Xisto Bahia. Um bate-papo com os grupos Teatro Fórum de Moura (Moçambique e Portugal) e Companhia Teatro de Pesquisa Serpente (Angola), aberto a artistas, estudantes e formadores de opinião de Salvador, com a presença do Secretário de Cultura, Márcio Meirelles, marca a abertura do evento, na próxima segunda-feira, dia 1º/09, às 10h, também no Espaço Xisto Bahia.

O Festival de Teatro Lusófono foi idealizado, a princípio, para ser realizado apenas em Teresina (PI) cidade onde está sediado o Grupo Harém de Teatro, responsável pelo evento. Através de uma articulação com a Fundação Cultural (BA), um Módulo Circulação, com três espetáculos de dois grupos, estende as atrações a Salvador. As peças Magia Negra e O esqueleto do Cozinheiro Akli, do Teatro Fórum de Moura (Moçambique) e Nojo, do Grupo Teatro Pesquisa- Serpente (Angola) serão apresentadas no Espaço Xisto Bahia.

O Festival visa proporcionar um intercâmbio continuado e sistemático da produção teatral de língua portuguesa. Além das apresentações, a ação viabiliza oficinas teatrais gratuitas ministrada pelos artistas africanos, voltadas para atores profissionais e estudantes de artes cênicas.

Programação
Nesta segunda-feira, os artistas dos grupos Teatro Fórum de Moura (Moçambique e Portugal) e Companhia Teatro de Pesquisa Serpente (Angola) são convidados para um bate-papo com artistas, estudantes e formadores de opinião em Salvador. O encontro, conduzido pelo Diretor de Teatro da Fundação Cultural do Estado, tem como tema teatro africano e lusófono. Os convidados irão falar sobre criação e experiência em outros países de língua portuguesa.
Onde: Espaço Xisto Bahia, Barris. Tel.: 71 3117-6155
Quando: 01/09, às 10h
Quanto: Grátis

Espetáculo Magia Negra(Grupo Fórum de Moura – Portugal e Moçambique)
É um “karingana”, um conto arrepiante, daqueles que se ouviam nos tempos em que os avós ainda contavam histórias à volta da fogueira. Magia Negra é um mundo de feitiços e tabus, de sonhos e de pesadelos, de luz e de trevas, de contrastes e contradições, onde as forças do bem e do mal travam uma luta contínua. Magia Negra é um retrato antropológico da vida de uma das tribos mais poderosas do sul de África… os Ngunis.
Onde: Espaço Xisto Bahia, Barris. Tel.: 71 3117-6155
Quando: 01/09, às 20h Quanto: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia)

Espetáculo Nojo (Grupo Serpente) - Um estrangeiro, iraquiano, trabalhador ilegal, antes da saída para os vários bares onde trabalha vendendo flores, medita sobre a sua condição. Sobrevive ao seu presente, persegue o seu passado e prevê o seu futuro. Num jogo entre si e o seu espelho – o público. Jogo de medos e revoltas, mas também de poesia e doces – amargas nostalgias. Ele previne-nos contra si mesmo e os seus semelhantes, é generoso e arrogante, amargo e afetivo. O personagem joga o dilema eterno do ser e não ser. Ele propõe-nos uma mútua projeção, lírica e pungente. Dos nossos temores mais arcaicos tornados vivos pela sua presença. Dos seus desejos e medos mais profundos personificados pela nossa branca pele e pela nossa “grande” civilização. Neste jogo dramático, joga-se ao prazer e à dor, que a ambigüidade da arte propõe, para nos fazer mergulhar numa noite de reflexão e sonho.
Onde: Espaço Xisto Bahia, Barris. Quando: 04/09, às 21h Quanto: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia)

OFICINAS GRATUITAS
Oficina de Teatro Comunitário (Grupo Fórum de Moura)02 e 03/09, 9h às 12h

Oficina de Interpretação Teatral e Danças Africanas (Grupo de Teatro de Pesquisa Serpente – Angola)02 e 03/09, 14h às 17h

Espaço Xisto Bahia, Subsolo da Biblioteca Central dos Barris.
xistobahia@funceb.ba.gov.br